Pernambuco - PE
Recife - PE

Capital Recife - PE                            
Area (Km²)   98 311,616
Números de Municípios 185
População estimada em 2010 8 796 032
{$emptyText}
Amaraji 1 - PEAmaraji 2 - PEAmaraji 3 - PEAmaraji 4 - PE

Amaraji - PE

Amaraji - PE                                             Pernambuco - PE                                  
População21.925
Amaraji é um município brasileiro do estado de Pernambuco.

Distante a 96 km da capital pernambucana,Recife.

História

O município de Amaraji surgiu em torno de uma feira, realizada aos domingos, no Engenho Garra, a partir de 23 de julho de 1868. A feira atraiu o comércio e novas habitações. Foi crescendo um povoado denominado São José da Boa Esperança. Foi construída uma capela, tendo este santo como padroeiro. Em 1889, a Lei Provincial nº 2137 de 9 de novembro, elevou o povoado à categoria de Vila, a Vila de São José da Boa Esperança, pertencente ao município de Escada. No ano seguinte, foi criado o município com a denominação de Amaracy, depois Amaragi e atualmente denominado Amaraji. Foi elevada à categoria de cidade pela Lei Estadual nº 991, de 1 de julho de 1909. O município é formado pelo distrito Sede e pelo povoado de Demarcação.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Amaracy, pela lei provincial nº 1831, de 28-061884, subordinado ao município de Escada.

Elevado à categoria de vila com a denominação Amaracy, pela lei provincial nº 2137, de 09-11-1899. Desmembrado de Escada. Instalada em 11-10-1890.

Pelo decreto estadual nº 17, de 24-09-1890, a vila teve sua grafia alterada de Amarcy para Amaragi.

Elevado à condição de cidade e sede do município com a denominação de Amaragi, pela lei estadual nº 991, de 01-07-1909.

Pela lei municipal nº 57, de 05-01-1911, é criado o distrito de Cortês e anexado ao município de Amaragi.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 3 distritos: Amaragi, Arapibu e Cortez.

Pela lei municipal nº 19, de 27-11-1913, é criado o distrito de primavera e anexado ao município de Amaragi.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 4 distritos: Amaragi, Arapibú, Cortez e Primavera.

Pelo decreto-lei estadual nº 92, de 31-12-1937, o distrito de Cortez teve sua grafia alterado para Cortês e Amaragi para Amaraji.

Pelo decreto-lei estadual nº 235, de 09-12-1938, transfere o distrito de Arapibú os município de Amaraji para o de Ribeirão.

Pelo decreto-lei estadual nº 952, de 31-12-1943, o distrito de Primavera passou a denominar-se Caracituba.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município já denominado Amaraji é constituído de 3 distritos: Amaraji, Caracituba ex-Primavera e Cortês ex-Cortez.

Pela lei estadual nº 1818, de 29-12-1953, desmembra do município de Amaraji o distrito de Cortês. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 1959, de 17-12-1954, o distrito de Caracituba passou a denominar-se Primavera de Santo Antônio.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 2 distritos: Amaraji e Primavera de Santo Antônio ex-Caracituba.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Pela lei estadual nº 4984, de 20-12-1963, desmembra do município de Amaraji o distrito de Primavera de Santo Antônio. Elevado à catregoria de município.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2003.

Alterações toponímicas distritais

Amaracy para Amaragi, teve sua grafia alterado pelo decreto-estadual nº 17, de 24-08-1890. Amaragi para Amaraji, teve sua grafia alterado pelo decreto-lei estadual nº 92, de 31-12-1937.

Geografia

Localiza-se a uma latitude 08º22'59" sul e a uma longitude 35º27'09" oeste, estando a uma altitude de 289 metros. Sua população estimada em 2010 era de 21.925 habitantes.

Possui uma área de 235 km².

O acesso é feito através das rodovias BR-101 e PE-063.

O relevo de Amaraji está inserido na unidade dos Tabuleiros Costeiros, que acompanha o litoral de todo o nordeste, apresenta altitude média de 50 a 100 metros. Compreende platôs de origem sedimentar, com entalhamento variável: possui alguns vales estreitos e encostas abruptas e também vales abertos com encostas suaves e fundos com amplas várzeas. Os solos são do tipo Latossolos e Podzólicos nos topos; Podzólicos com Fregipan, Podzólicos Plínticos e Podzóis nas pequenas depressões nos tabuleiros; Podzólicos Concrecionários em áreas dissecadas e encostas e Gleissolos e Solos Aluviais nos vales.

A vegetação nativa consiste em Floresta subperenifólia, com partes de Floresta subcaducifólia e transição cerrado/ floresta.

A atividade econômica predominante é a agroindústria açucareira. Além da cana-de-açúcar, destacam-se outros produtos como abacaxi, mandioca, borracha, banana, batata-doce e laranja.

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal-IDH-M é de 0,617, o que situa o município em 95° no ranking estadual e em 4353° no nacional.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar